Leonardo Mello de Oliveira

Marvel anuncia o retorno do Quarteto Fantástico às HQs

Após uma série de teasers de um grande anúncio, a Marvel Comics revelou que trará de volta o Quarteto Fantástico original em uma nova série mensal em agosto. A revista terá roteiros de Dan Slott e arte de Sara Pichelli e faz parte dos novos títulos que vêm sendo divulgados para a iniciativa Fresh Start. O anúncio foi feito pelo editor-chefe da Marvel, CB Cebulski, em um vídeo postado pela conta oficial da editora no Twitter:

Cebulski afirma que a revista Marvel 2-In-One, escrita por Chip Zdarsky e que apresenta o Coisa e o Tocha Humana em busca do restante da equipe, deve continuar mesmo com o retorno do Senhor Fantástico e da Mulher Invisível. O Quarteto Fantástico não possuía título próprio desde 2015. O time foi desfeito ao final da saga Guerras Secretas, em 2016, quando Reed e Sue decidiram ajudar na reconstrução do Multiverso junto com seus filhos, Valéria e Franklin, e com as crianças da Fundação Futuro.

A Marvel divulgou a capa da primeira edição, que conta com arte de Pichelli. Também foi divulgado um pequeno teaser animado com o logo do Quarteto:

 


DC anuncia o selo Black Label e seus seis primeiros títulos

De acordo com The Hollywood Reporter, a DC Entertainment anunciou um novo selo de quadrinhos com criadores de alto nível, fazendo histórias fora da continuidade da editora e com seus maiores personagens. Liderada pelo ex-editor da linha do Batman, Mark Doyle, a marca DC Black Label contará com algumas histórias já anunciadas, bem como alguns projetos novos também. Neste selo, os próprios autores estão no controle de decisões como formato e agenda de suas obras. DC Black Label tem previsão de lançamento para agosto, com a série em três edições Superman: Year One. A seguir estão os seis títulos anunciados, junto de suas equipes criativas e sinopses:

SUPERMAN: YEAR ONE
Escritor: Frank Miller
Artistas: Frank Miller, John Romita Jr.
Um tratamento inovador e definitivo da história clássica de origem do Superman em homenagem ao seu 80º aniversário. Esta história detalha novas revelações que reformulam os marcos mais famosos do Homem de Aço – do exílio de Kal-El de Krypton, para a infância de Clark Kent no Kansas, até sua inevitável ascensão para se tornar o super-herói mais poderoso e inspirador de todos os tempos.

BATMAN: LAST KNIGHT ON EARTH
Escritor: Scott Snyder
Artista: Greg Capullo
Batman acorda em um deserto. Ele não sabe que ano é ou como a cabeça do Coringa está viva em um frasco ao lado dele, mas é o início de uma missão diferente de qualquer coisa que o Cavaleiro das Trevas tenha realizado antes. Neste estranho futuro, os vilões são triunfantes e a sociedade se libertou do peso dos códigos éticos. Lutando para sobreviver enquanto procura respostas, Bruce Wayne descobre a verdade sobre seu papel neste novo mundo – e começa a última história de Batman já contada.

BATMAN: DAMNED
Escritor: Brian Azzarello
Artista: Lee Bermejo
Em uma ponte deserta da cidade de Gotham, um corpo é encontrado. Sussurros espalham a notícia: o palhaço está morto. Mas isso é um sonho tornado realidade ou um nascimento de pesadelo? Agora, Batman e o mago fora da lei da DC, John Constantine, devem caçar a verdade através de um cenário infernal de Gotham City. Os cantos sobrenaturais da cidade estão atados a dicas sobre a identidade de um assassino, mas a caminhada do Cavaleiro das Trevas pelo horror irá testar sua sanidade e os limites da racionalidade, pois ele deve enfrentar um horror que não usa máscara.


WONDER WOMAN HISTORIA: THE AMAZONS
Escritor: Kelly Sue DeConnick
Artista: Phil Jimenez
Um épico homérico da história perdida das Amazonas e da ascensão da rainha Hippolyta ao poder. Apresentando monstros e mitos, esta saga de três edições abrange a história da criação das Amazonas até o momento em que Steve Trevor chega às margens da Ilha Paraíso, mudando o nosso mundo para sempre.

WONDER WOMAN: DIANA’S DAUGHTER (título não oficial)
Escritor: Greg Rucka
Artista: A ser anunciado
Passaram-se 20 anos desde que o mundo parou de olhar para os céus com esperança, ajuda e inspiração. Agora, o mundo mantém os olhos baixos, e os poderosos que surgiram têm toda a intenção de manter as coisas desse jeito. Entre uma resistência dispersa e fragmentada, uma jovem procura recuperar o que foi esquecido, e, no caminho, aprenderá a verdade sobre si mesma, sua herança e seu destino.

THE OTHER HISTORY OF THE DC UNIVERSE
Escritor: John Ridley
Artista: A ser anunciado
Uma interessante série que analisa momentos icônicos da DC e que traça ganhos sociopolíticos através das perspectivas dos super-heróis da DC que vêm de grupos tradicionalmente deslocados e desprotegidos, incluindo John Stewart, Extraño, Vixen, Supergirl, Katana e Rene Montoya, entre outros. No seu núcleo, a história se concentra nas vidas dos que estão por trás dos uniformes e seus esforços para superar os problemas do mundo real. Não se trata de salvar o mundo, é sobre ter a força para simplesmente ser quem você é.


DC e Neil Gaiman lançam linha de títulos de Sandman

Neil Gaiman, premiado roteirista co-criador de Sandman, irá lançar junto à DC Comics um novo selo de quadrinhos que se passam no universo de Sandman. A linha conta com quatro títulos, e começa com um one-shot escrito por Gaiman, que irá supervisionar o projeto, e pelos futuros roteiristas Nalo Hopkinson, Kat Howard, Si Spurrier e Dan Watters. A arte fica a cargo da desenhista brasileira Bilquis Evely. O one-shot, intitulado Sandman Universe, tem previsão de lançamento para 8 de agosto.

Em Sandman Universe, Sonho está desaparecido, o que provoca desordem no Sonhar. A partir desta história, as quatro séries irão abordar as consequências de Sandman Universe, como o surgimento de uma terceira Casa no Sonhar, objetos do Sonhar que estão aparecendo no mundo real e o inferno pessoal pelo qual Lúcifer está passando.

Kat Howard é responsável por Books of Magic, que conta a história do jovem mago Tim Hunter. The Dreaming, série de Si Spurrier, foca em coadjuvantes do Sonhar, como Matthew o Corvo e Cain e Abel. Nalo Hopkinson escreve House of Whispers, que trata da origem da terceira Casa, contando com a participação da Mansão dos Segredos e da Casa dos Mistérios. Lucifer é a quarta série, com roteiros de Dan Watters, e é protagonizada pelo demônio titular. Nenhum artista para estas HQs foi anunciado até o momento.

Segundo Gaiman, o universo de Sandman é uma grande caixa de brinquedos, e ele estava começando a se sentir culpado por ninguém estar brincando mais com eles. O roteirista gosta da ideia de ver novos profissionais cuidando dos personagens, além da possibilidade de trabalhar com ótimos roteiristas e artistas.


Spencer e Ottley assumem título do Homem-Aranha

Junto de vários outros títulos da Marvel Comics, The Amazing Spider-Man também irá ganhar um relaunch com o início da iniciativa Fresh Start. Com a saída do roteirista Dan Slott, a HQ será comandada pelo escritor Nick Spencer e terá desenhos de Ryan Ottley. A dupla assume o principal título do Homem-Aranha em junho.

Segundo Spencer, a HQ deve ser um retorno ao básico que irá reconectar Peter Parker com elementos clássicos e essenciais do personagem, ao mesmo tempo em que honra o que foi construído nos últimos dez anos por Slott.

Para Spencer, o melhor do Homem-Aranha é explorado quando seus problemas pessoais refletem seus problemas como super-herói, e as duas vidas do personagem acabam competindo uma com a outra, sempre acarretando em altos custos para Peter.

Ottley, que ficou conhecido por ser o principal desenhista da série Invencível, de Robert Kirkman, declarou estar empolgado para trabalhar com uma de suas primeiras paixões do mundo dos quadrinhos.

The Amazing Spider-Man #1 tem previsão de lançamento para junho deste ano.


Todd McFarlane anuncia novos títulos para a Image

Todd McFarlane anunciou uma série de novos títulos da Todd McFarlane Productions para a Image Comics durante a Image Expo em Portland, Oregon. Entre eles, três novas HQs de Spawn, Spawn Kills Everyone 2, Medieval Spawn and Witchblade e Sam and Twitch: True Detectives, um tie-in relacionado ao filme live action de Spawn escrito e dirigido por McFarlane,  além de uma nova revista independente.

Spawn Kills Everyone 2 é uma sequência da minissérie original de 2016 e traz McFarlane nos roteiros e Will Robson nos desenhos. A HQ de 4 edições apresenta uma versão fofinha do personagem, que dá à luz centenas de pequenas versões de si mesma. As crias de Spawn então se apossam da lista de vítimas de seu pai, prontas para matar qualquer um.

Brian Holguin é o responsável pelo crossover Medieval Spawn and Witchblade, previsto para sair em maio. O quadrinho vem em edição única reunindo novamente os dois personagens título, que se uniram pela primeira vez em 1996, através das mãos de Garth Ennis. A revista irá contar com uma capa com realidade aumentada.

O título principal de Spawn deve ganhar um tie-in com o filme de McFarlane, que deve iniciar a produção entre abril e maio deste ano. A revista está se aproximando da edição #300 e promete colocar o Soldado do Inferno contra 3 de seus piores inimigos: o Palhaço, Chacina e um novo Violador.

Um spin-off de Spawn, a minissérie Sam and Twitch: True Detectives vem em oito partes e deve ser lançada junto ao anúncio e ao trailer do filme de Spawn. O detetive “Twitch” Williams será importante no longa, e a minissérie chega como forma de apresentar o personagem a novos leitores.

Por fim, Todd McFarlane anunciou também Misery, uma nova série mensal que irá tratar sobre vítimas de assédio. A HQ é protagonizada por uma heroína adolescente chamada Misery, que está cansada de ser mal-tratada e abusada pelas ações de outros. A personagem irá viajar o mundo, ajudando pessoas inocentes que foram vítimas daqueles no poder. Não foi anunciada equipe criativa para a série.


DC anuncia dois novos selos voltados ao público jovem

A DC Entertainment anunciou dois novos selos para publicação de graphic novels: DC Ink, focado em leitores adolescentes (de 13 a 18 anos) e DC Zoom, focado no público infantil (de 8 a 12 anos). Ambos os selos contarão com uma gama de autores que estabeleceram bases de fãs destas duas faixas de público. Os primeiros títulos de DC Ink e DC Zoom devem ser lançados entre setembro e novembro de 2018.

“Os super-heróis são mais populares do que nunca, então faz sentido trazer esses personagens da DC para uma nova geração de jovens leitores”, afirmou Diane Nelson, presidente da DC Entertainment e presidente da Warner Bros. Consumer Products. “Os primeiros quadrinhos criados décadas atrás eram para crianças, e, à medida que o negócio evoluiu e amadureceu, tornou-se mais focado nos leitores adultos. DC Ink e DC Zoom apresentam uma nova e excitante oportunidade para expandir nosso negócio de publicações e garantir que histórias adoradas e construídas em torno de personagens icônicos como Superman, Batman e Mulher-Maravilha sejam estabelecidas como parte da infância de muitos nos próximos anos “.

“Duas das áreas de recente crescimento de publicação incluem graphic novels e livros para jovens leitores. Estamos trazendo esses formatos com DC Ink e DC Zoom”, disseram os publishers da DC Entertainment, Dan DiDio e Jim Lee. “Nós já experimentamos um tremendo sucesso com a nossa linha DC Super Hero Girls. A nova aposta com DC Ink e DC Zoom, junto a uma linha de autores estelares, apresenta uma grande oportunidade de crescimento de negócios e não podemos estar mais entusiasmados – estamos jogando alto”. 

Os títulos já anunciados para os dois selos são:

DC Ink:

HARLEY QUINN: BREAKING GLASS, por Mariko Tamaki (SUPERGIRL: BEING SUPER) com arte de Steve Pugh;

MERA, por Danielle Paige (DOROTHY MUST DIE);

BATMAN: GOTHAM HIGH, por Melissa de la Cruz (ALEX & ELIZABLUE BLOODSWITCHES OF EAST END);

BATMAN: NIGHTWALKER – THE GRAPHIC NOVEL, por Marie Lu (LEGEND);

TEEN TITANS, por Kami Garcia (BEAUTIFUL CREATURES);

UNDER THE MOON: A CATWOMAN TALE, por Lauren Myracle (INTERNET GIRLSKISSING KATE);

WONDER WOMAN: TEMPEST TOSSED, por Laurie Halse Anderson (SPEAK, CHAINS).

DC Zoom:

DC SUPER HERO GIRLS: SEARCH FOR ATLANTIS, com roteiros de Shea Fontana e arte de Yancey Labat;

BATMAN TALES: ONCE UPON A CRIME, com roteiros de Derek Fridolfs e arte de Dustin Nguyen (BATMAN: PEQUENA GOTHAM);

BATMAN: OVERDRIVE, por Shea Fontana (DC SUPER HERO GIRLS);

BLACK CANARY: IGNITE, por Meg Cabot (THE PRINCESS DIARIES);

DEAR JUSTICE LEAGUE, por Michael Northrop (TOMBQUEST);

GREEN LANTERN: LEGACY, por Minh Lê (DRAWN TOGETHER);

SUPER SONS, por Ridley Pearson (KINGDOM KEEPERS);

SUPERMAN OF SMALLVILLE, com roteiros de Art Baltazar e arte de Franco (TINY TITANS);

SUPERMAN SMASHES THE KLAN, por Gene Yang (AVATAR: THE LAST AIRBENDERNEW SUPER-MAN), que será publicado inicialmente em formato periódico e depois encadernado.

O ilustrador brasileiro Gabriel Picolo, autor da arte promocional do selo DC Ink, confirmou em sua conta no Twitter que irá desenhar a graphic novel dos Jovens Titãs do selo, anunciada apenas com Kami Garcia na equipe criativa. Gabriel é conhecido por fazer fanart dos Jovens Titãs em um estilo jovem, totalmente relacionado com adolescentes.

Os primeiros títulos de DC Ink e DC Zoom tem lançamento programado para meados de setembro e novembro de 2018, sendo que Harley Quinn: Breaking Glass, Mera e DC Superhero Girls: Search for Atlantis devem ser os primeiros a chegar nas comic shops americanas.


Bendis e Ivan Reis assumem Superman em julho

O mais novo roteirista exclusivo da DC Comics, Brian Michael Bendis, está assumindo as rédeas de Action Comics e de Superman em julho, de acordo com uma entrevista com a Forbes, com uma série semanal de seis números intitulada Man of Steel para dar início. Acompanhando o roteirista, o brasileiro Ivan Reis é o responsável pela arte da minissérie e da revista Superman. Bendis, depois de um período de 17 anos de exclusividade na Marvel Comics, retorna à DC com um acordo para vários anos, que começa com uma história curta dentro de Action Comics # 1000, em abril.

Na recém-anunciada revista de previews DC Nartion #0, que sai em 2 de maio, Bendis se junta a Jose Luis García-López em um prelúdio de Man of Steel, que levará à minissérie semanal de seis partes, que inicia em 30 de maio. Nessa série, Bendis colabora com Ivan Reis, Evan “Doc” Shaner, Ryan Sook, Kevin Maguire, Adam Hughes e Jason Fabok, que “irão remexer na história clássica dos últimos dias de Krypton e do caminho de Kal-El para se tornar um herói icônico “. Bendis apresentará um novo vilão que mantém um segredo aterrorizante sobre a destruição de Krypton. Após o lançamento de Man of Steel #6 na semana de 4 de julho, Bendis irá seguir com Reis para Superman #1, que relança e renumera a clássica série do herói.

Ao final de julho, Bendis irá trabalhar com o já desenhista do Homem de Aço Patrick Gleason em Action Comics #1001. A revista retorna de um hiato de três meses planejado para o título que se inicia após Action Comics #1000, de abril. As histórias de Bendis e Gleason aqui se concentrarão mais em Clark Kent e nas atividades do Planeta Diário, lidando com como as ações do Superman impactam o Universo DC. Action Comics #1001 é prevista para 25 de julho.

A liderança da linha do Superman faz parte de uma iniciativa de três projetos da DC com Bendis, que também inclui a criação formal de um selo Jinxworld para os vários títulos autorais do escritor, bem como um segundo selo que terá curadoria do roteirista, assim como Young Animal de Gerard Way.


Reveladas equipes criativas de Action Comics #1000

A DC Comics anunciou algumas das equipes criativas que participarão com histórias curtas na edição comemorativa de Action Comics #1000. Brian Michael Bendis é um dos envolvidos, sendo este seu primeiro trabalho na editora depois de ter anunciado sua saída da Marvel.

 

 

Os roteiristas atuais das duas revistas do Superman terão 15 páginas cada um. Dan Jurgens, de Action Comics, escreve e desenha sua história, enquanto o co-escritor de Superman, Patrick Gleason, faz a arte de outra história, com roteiros de seu parceiro em Superman, Peter J. Tomasi.

Bendis irá escrever uma história de 10 páginas com arte de Jim Lee. As demais equipes que estão confirmadas em Action Comics #1000 são: Richard Donner, Geoff Johns e Olivier Coipel; Paul Dini e José Luis García-López; Tom King, Clay Mann e Jordie Bellaire; Brad Meltzer, John Cassaday e Laura Martin; Louise Simonson e Jerry Ordway; Scott Snyder e Tim Sale; e Marv Wolfman, que fará o roteiro de uma nova história baseada numa arte não publicada de Curt Swan. Ainda mais artistas e escritores conhecidos devem ser anunciados em breve.

Como parte das comemorações, a DC planeja publicar um livro em capa dura de Action Comics para acompanhar a edição, editado pelo antigo publisher da editora, Paul Levitz. Além disso, os títulos de super-herói da DC devem contar com capas variantes temáticas do Superman durante o mês de abril.

Action Comics #1000 tem data de publicação prevista para abril de 2018.

 


Dan Slott deixa Homem-Aranha e irá escrever Homem de Ferro

O roteirista Dan Slott anunciou oficialmente em entrevista a Vulture sua saída do título The Amazing Spider-Man. A edição #801 deve ser sua última história com Peter Parker e tem data de publicação programada para junho. O escritor irá continuar na Marvel Comics e deve assumir um novo título do Homem de Ferro, com Tony Stark como protagonista.

A editora já havia dado indícios de que Slott abandonaria o título. Na solicitação de The Amazing Spider-Man #797, revista que inicia o arco do Red Goblin, o texto dizia que Dan Slott havia deixado sua história mais angustiante por último. O roteirista escreve o personagem desde 2008 e foi responsável por histórias como Ilha das Aranhas, Homem-Aranha Superior e Aranhaverso.

A última edição de Slott, The Amazing Spider-Man #801, tem lançamento previsto para junho deste ano.

 


Direitos de Conan retornam à Marvel

A Marvel Entertainment e a Conan Properties anunciaram hoje, 12, um acordo para que a Marvel Comics volte a publicar material do personagem de Robert E. Howard, iniciando em janeiro de 2019. Os direitos de Conan se encontravam atualmente com a Dark Horse, que publica quadrinhos do personagem desde 2003.

“De Barry Windsor-Smith a John Buscema e Neal Adams, um lendário time de artistas incríveis deram vida a Conan nas páginas da Marvel Comics,” disse o editor-chefe da editora, C.B. Cebulski. “É um legado que nós agora estamos mantendo vivo com uma talentosa linha de artistas para o retorno do bárbaro cimério no início de 2019. Estamos empolgados!”

Tendo estreado em 1932 numa série de histórias de espadas e bruxaria publicadas em Weird Tales, Conan chegou à Marvel em 1970, com o título Conan, o Bárbaro, de Roy Thomas e Barry Windsor-Smith. O personagem foi um sucesso, estrelando várias revistas na editora, até passar para a Dark Horse, em 2003.

A Marvel divulgou duas artes de capa para Conan desenhadas por Esad Ribic e Mike Deodato. Detalhes dos planos de publicação ou de equipes criativas não foram divulgados.


Redação Multiverso é o site colaborativo de produção de conteúdo sobre quadrinhos
da Produtora Multiverso, em uma iniciativa paralela e complementar à realização da
ComicCON RS – principal convenção de quadrinhos e cultura pop do Rio Grande do Sul.