Lucas Goncalves

Marvel anuncia mais títulos da Iniciativa Fresh Start

Após anunciar a iniciativa Fresh Start, que será uma retomada aos conceitos clássicos da editora, e a nova revista dos Vingadores,  por Jason Aaron e Ed McGuinness, a Marvel anunciou quatro novas revistas dessa nova fase:

[Cuidado. As sinopses adiante contêm spoilers]

Criado por Donny Cates e Geoff Shaw na edição #13 da revista Thanos, o Motoqueiro Fantasma Cósmico vai ganhar uma minissérie. O personagem é a versão futurista do Justiceiro de uma realidade alternativa, onde Thanos finalmente derrotou todos os heróis. Para enfrentar o Thanos de igual para igual, Castle fez um pacto com Mefisto e se transformou no novo Motoqueiro Fantasma, mas logo se junta ao Titã louco. Escrita por Cates, a minissérie promete explicar como Frank Castle enlouqueceu e assumiu o posto do Espirito da Vingança. A Marvel ainda não anunciou o artista e a data de lançamento da minissérie.

Outro personagem que vai ganhar uma minissérie é Jamie Madrox, o Homem Multiplo. Escrita por Matthew Rosenberg e desenhada por Andy MaCdonald, a minissérie em cinco partes vai mostrar a volta do personagem, dado como morto na saga “Morte do X”, em 2017. Em uma entrevista para o Comic Book Resources, Rosenberg disse que a HQ começa “Com alguém achando Jamie não muito morto. Então, o mistério de por que ele não está morto e como pode se salvar é a grande força motriz da história”. O autor também confirmou a presença de personagens clássicos do X-Factor de Peter David, mas disse que não vai mostrar Layla Miller, esposa do Jaime, por enquanto. A previsão de lançamento é para o mês de julho.

Saindo diretamente das páginas da saga Avengers: No Surrender, Bruce Banner e o Hulk original retornam em uma nova revista mensal. The Immortal Hulk #1 tem roteiros de Al Ewing e arte de Joe Bennet. Segundo Ewing, a revista será uma HQ de horror, dando destaque ao Hulk como um monstro imortal e à personalidade conflitante de Banner. Alguns personagens que devem aparecer no título são Jackie McGee, repórter que surgiu no seriado do Hulk dos anos 70, e Sasquatch, membro da Tropa Alfa. A HQ tem previsão de lançamento para junho, com o prólogo a ser publicado em Avengers #684, de março.

Por fim, a Marvel anunciou a nova equipe criativa da revista do Thor. Estrelado novamente por Odinson, a HQ do personagem continua roteirizada por Jason Aaron, que conta agora com a arte de Mike Del Mundo. A nova fase do herói vai mostrar o Deus do Trovão atrás de artefatos de Asgard, que estão espalhados por toda a terra. O vilão inicial será o Fanático, enquanto o plot envolvendo a Guerra dos Reinos e as repercussões do arco “A Morte da Poderosa Thor” continuaram em desenvolvimento. “Por um lado, eu ainda sinto que estou escrevendo a mesma história de Thor que começei há seis anos nas páginas de Thor: Deus do Torvão # 1”, disse Aaron à Marvel.com. “Mas, ao mesmo tempo, Deus do Trovão [primeira HQ do Aaron do personagem] tinha um visual e uma sensação muito diferentes do que a história de Jane Foster. E mesmo que Thor Odinson esteja agora recuperando seu manto, este novo volume também irá em uma direção muito diferente. Thor tem um status-quo completamente novo”. Thor#1, de Jason Aaron e Mike del Mundo tem a previsão de lançamento para 13 de julho.

 


Panini relança Marvel 1602 em capa dura

A HQ Marvel 1602, escrita por Neil Gaiman, desenhada por Andy Kubert e colorida por Richard Isanove, vai ganhar um relançamento, com 248 páginas e em capa dura, pela Panini.

Ambientada no ano de 1602, a HQ mostra versões repaginadas do Capitão América, X-Men, Homem Aranha, Quarteto Fantástico, Demolidor e Nick Fury no século 17, durante o reinado da rainha inglesa Elizabeth I.

A HQ foi publicada anteriormente pela Panini em uma minissérie em 2004 e, em 2007, foi republicada pela mesma editora em forma de encadernado. Em 2015, 1602 foi lançada pela Salvat na edição 32 da coleção de graphic novels Marvel.


Elektra Vive é o novo lançamento da Panini

Nesta semana, a Panini anunciou o lançamento de Elektra Vive, graphic novel escrita e desenhada pelo criador da personagem, Frank Miller.

Sem ganhar nenhuma reedição desde 1991, Elektra Vive narra a ressurreição da ninja assassina sob a perspectiva do Demolidor. Esse é o segundo encadernado da Elektra lançado pela editora com roteiros de Frank Miller. O primeiro foi Elektra Assassina, publicado pela Panini em 2016, com desenhos de Bill Sienkiewicz.

Elektra Vive tem formato 24,5 x 31,5 cm, 80 páginas e capa dura.


As espadas e bruxas de Esteban Maroto

Querendo ou não, nossos sonhos são aquilo que nos move e move o mundo ao nosso redor. Sonhamos com sucesso e realização, sonhamos em namorar aquela linda mulher (ou aquele lindo rapaz, a escolha é sua), comprar um belo carro… E acredite, alguns sonham com a oportunidade de lançar uma editora de quadrinhos e espalhar pelo mundo realidades paralelas bizarras habitadas por feiticeiros demoníacos, bravos guerreiros e, novamente, lindas mulheres. É graças a esses sonhos inusitados que podemos ver chegar às livrarias nacionais uma obra como Espadas e Bruxas, de Esteban Maroto, primeiro lançamento da editora Pipoca & Nanquim.

Magistralmente desenhado pelo artista espanhol, Espadas e Bruxas é uma compilação que reúne as histórias dos bárbaros Wolff, Manly/Dax e Korsar, personagens que chegaram a ser publicados no Brasil pela Ebal e RGE nos anos 1980 e que influenciaram muita coisa no gênero Espada & Magia nos quadrinhos, até mesmo nas histórias de Conan. E verdade seja dita: o Pipoca e Nanquim acertou demais ao começar com essas histórias.

Abrindo com uma introdução feita pelo escritor de ficção científica Juan Miguel Aguilera, Espadas e Bruxas começa com as histórias de Wolff, um guerreiro que deseja se vingar pelo assassinato da sua família e tribo por bruxos praticantes de magia negra. Escrita por Luís Gasca Burgués, mais conhecido como “Sadko”, a história contém todos os clichês que uma trama de bárbaros pode ter, mas é importante lembrar que Wolff foi um dos primeiros quadrinhos do gênero, antecedendo até mesmo a primeira revista de Conan na Marvel, escrita por Roy Thomas com arte de Barry Windsor Smith. Além das belas mulheres desenhadas por Maroto, o grande charme da HQ é o plot twist que aos poucos vai sendo revelado para o leitor.

A edição continua com Manly/Dax, e, sem sombra de dúvida, é o ponto alto do encadernado e até mesmo do trabalho de Esteban Maroto. Convidado pela Warren Publishing para fazer uma HQ no estilo de Wolff na revista da Vampirella, Maroto criou Manly que, de última hora, migrou para a revista Creepy. Com liberdade para escrever suas próprias histórias, o artista fugiu do senso comum com o então entitulado Dax, um guerreiro que só deseja paz de espírito e liberdade em um mundo cheio de violência, bruxos e demônios. O roteiro é de uma beleza extraordinária, conseguindo mesclar horror, aventura e momentos de pura melancolia. E o que falar da arte então? Cada página é uma obra-prima, fazendo o leitor perder horas observando cada detalhe de seu traço. Destaque para a última belíssima história, que adapta o mito de São Jorge.

Por fim, o encadernado fecha com as aventuras de Korsar, um ex-escravo que se junta com Sayda, “aquela que domina todas as artes do amor”, em uma busca por liberdade e noites de paixão, mesmo que isso signifique fazer sexo com alienígenas e seres moribundos. Misturando erotismo e aventura, essa é a história mais fraca do encadernado, que vale apenas para mostrar todo o talento do artista em desenhar mulheres pra lá de sensuais. Além de cada arco conter uma desculpa esfarrapada para mostrar alguma cena de nudez, Maroto sabe mesmo como demonstrar toda a sensualidade feminina com seu texto e arte.

O encadernado em si mantém o mesmo padrão de beleza das histórias: com formato magazine (21 x 28 cm), capa dura e 256 páginas, Espadas e Bruxas justifica seu preço salgado, principalmente pelo tratamento refinado com a revisão e tradução. É preciso também parabenizar o canal Pipoca e Nanquim, criado pelos editores da Panini Comics Alexandre Callari, Bruno Zago e Daniel Lopes. Como todo bom leitor de quadrinhos, os três sonhavam em trazer obras diferenciadas ao Brasil e, em parceria com o site Amazon, conseguiram criar seu próprio selo.

Espadas e Bruxas é uma HQ que vale o alto investimento, principalmente para quem deseja conhecer e se esbaldar com a arte de Esteban Maroto. Com um belo começo e diversos outros lançamentos de qualidade (Cannon e Moby Dick), o Pipoca e Nanquim já chega prometendo ser uma das melhores editoras de quadrinhos atuais. Agora é só esperar e sonhar com mais HQs tão boas quanto essa.


Superboy vai ter uma versão Bizarro em 2018

Bizarro, o clone defeituoso do Superman feito por Lex Luthor, está prestes a “ser pai”. Em sua conta no twitter, o artista Patrick Gleason — que desenha e co-escreve a HQ do Superman ao lado do roteirista Peter J. Tomasi — revelou um esboço do Bizarro Boy, a contraparte de Jon Kent, filho de Clark Kent e atual Superboy.

Vale lembrar que no Renascimento DC, o atual Bizarro é o segundo clone do Superman: o primeiro Bizarro, também criado por Luthor, morreu durante a saga Vilania Eterna, se sacrificando para deter o Sindicato do Crime.

Bizarro Boy está previsto para estrear em 2018.


Marvel anuncia retorno de Adam Warlock

A Marvel confirmou o retorno de Adan Warlock, um dos personagens cósmicos mais importantes da editora, na edição #150 de Guardians of the Galaxy.

Os detalhes de sua volta só serão revelados no painel Next Big da Marvel, na New York Comic Con, que ocorrerá nessa quinta-feira, 5, mas a editora já adiantou que o retorno de Adam Warlock está relacionado as Joias do Infinito.

Com o roteiro de Gerry Duggan, arte de Aaron Kuder e Marcus To e a capa de Alex Ross, Guardians of the Galaxy #150 tem previsão de lançamento nos Estados Unidos para janeiro de 2018.


Mythos lança HQ de James Bond por Warren Ellis

A Mythos Editora anunciou para este mês o lançamento de James Bond 007: Vargr, escrito pelo britânico Warren Ellis e desenhado por Jason Masters.

Após vingar a morte do Agente 008, James Bond assume os casos de seu colega no Divisão 00, mas o que aparentemente se tratava de um pequeno caso de tráfico de drogas em Berlim se mostra uma letal conspiração tecnológica.

Essa é o primeiro arco do Agente 007 escrito por Ellis para a Dynamite. Atualmente, o espião britânico tem ganhado diversas minisséries com autores de peso, como James Robinson, Benjamin Percy e Andy Diggle.

Compilando as primeiras seis edições da série, James Bond 007 tem formato 17 x 26 cm, 180 páginas, capa dura, preço de R$ 69,90 e já está em pré-venda no site da Amazon.


Pipoca & Nanquim lança Beasts of Burden

A editora Pipoca & Nanquim anunciou o lançamento de Beasts of Burden – Rituais Animais, escrito por Evan Dorkin e belamente ilustrado por Jill Thompson.

Publicado pela primeira vez em The Dark Horse Book of Hautings, a HQ mostra um grupo de cachorros (e um gato) protegendo a cidade de Burden Hill contra seres sobrenaturais, sapos demoníacos e cães zumbis, misturando terror, aventura, mistério e humor. Inédita no Brasil, Beasts of Burden ganhou o Prêmio Eisner de Melhor História Curta e de Melhor Desenhista.

Compilando as aventuras curtas iniciais e também as quatro primeiras edições da série, Beasts of Burden – Rituais Animais tem formato 19,5 x 28 cm, 184 páginas, preço de R$ 69,90 e está em pré-venda com exclusividade na Amazon.


Editora Noir lança Baú de Gibis, de Marcus Ramone

A Editora Noir lança em outubro o livro Baú de Gibis – Memórias dos Quadrinhos no Brasil, escrito pelo jornalista e editor do site Universo HQ, Marcus Ramone.

Resgatando a trajetória das HQs no país, Ramone detalha o início dos quadrinhos no Brasil, na década de 30, chegando até os dias atuais, com a moda dos encadernados de luxo e coleções de graphic novels. Com prefácio de Sidney Gusman e texto de orelha assinado por Marcelo Naranjo, o livro traz diversas informações, curiosidades, dados históricos, artigos originalmente publicados no site Universo HQ – devidamente atualizados – e informações sobre outras áreas relacionadas com as HQs, como o colecionismo de memorabilias.

Ainda não foi divulgado o preço e a quantidade de páginas do livro.


Marvel vai lançar HQ digital de Thor e Hulk

Aproveitando o hype do novo filme do Thor,  a Marvel divulgou a minissérie Thor e Hulk: Champions Of The Universe, de Jeremy Whitley, Simone Buanfantino e Alti Firmansyah para ComiXology e Kindle.

A minissérie em seis edições vai mostrar o deus do trovão e o golias esmeralda em uma épica batalha para ver quem é o herói mais poderoso da Terra.

Essa é a segunda HQ com lançamento exclusivamente digital: a primeira é o novo título do Punho de Ferro por  Kaare Andrews e  Afu Chan, anunciada na SDCC 2017.

Tanto a minissérie de Thor e Hulk como o novo título do Punho de Ferro vão ganhar encadernados físicos após a conclusão de suas histórias.

Thor e Hulk: Champions Of The Universe tem previsão de lançamento para 2018.


Redação Multiverso é o site colaborativo de produção de conteúdo sobre quadrinhos
da Produtora Multiverso, em uma iniciativa paralela e complementar à realização da
ComicCON RS – principal convenção de quadrinhos e cultura pop do Rio Grande do Sul.