noticias

CCXP: Até o Fim, de Eric Peleias, é lançada durante evento

O roteirista Eric Peleias é um dos diversos quadrinistas brasileiros que está participando do Artist’s Alley da CCXP para fazer o lançamento oficial de uma publicação. O autor aproveitou a oportunidade do evento para apresentar ao público Até o Fim. O projeto conta com roteiro de Peleias, arte de Gustavo Borges e cores de Michel Ramalho.

Até o Fim é uma história sobre o que acontece depois que a gente morre. Será que todo mundo vai pro mesmo lugar ou o que acreditamos em vida influencia? A Lilian, a personagem principal, morreu em um acidente com outros quatro amigos e ela quer voltar pra vida dela, por isso faz um acordo. Ela tem até o nascer do Sol para definir o melhor destino para a alma de cada um dos amigos dela de acordo com o que eles acreditam.

Em entrevista com o autor do projeto, Peleias contou um pouco da sua expectativa para este lançamento. “Já temos algumas previsões, com base nos números de pré-venda, vendas online e lançamentos anteriores e estamos animadíssimos. As pessoas que já leram parecem estar gostando. É o meu primeiro trabalho tão grande que eu dividi com outros artistas e nós demos duro, mas também nos divertimos muito com o processo. Espero que essa vibração positiva contagie os leitores”, finaliza o quadrinista.


CCXP: Pablo Casado e Talles Rodrigues lançam Mayara & Annabelle Vol. 4

No Artist’s Alley da Comic Con Experience 2017 estão presentes mais de 400 artistas brasileiros, além de outros nomes internacionais. Devido a esse espaço e ao grande público presente, diversos dos quadrinistas optam por lançar seus trabalhos durante essa programação. E, entre estes nomes, está a dupla Pablo Casado e Talles Rodrigues.

Isso porque os artistas estão aproveitando a oportunidade para lançar Mayara & Annabelle Vol. 4. Quem conta um pouco mais sobre a premissa desta nova obra é Casado. “Essa é a continuação das aventuras de Mayara e Annabelle, duas funcionárias públicas que combatem demônios e outras criaturas sobrenaturais. Nesse quarto volume, elas vão para São Paulo investigar o atentado sofrido por Salgado, mentor de Mayara”, explica o autor.

Este quarto volume foi financiado através de crowdfunding, tendo atingido mais de 140% da meta estipulada. Apesar do sucesso, Pablo salienta que a atual fase está prestes a chegar ao seu fim. “O primeiro arco da série fecha no quinto volume, sem deixa para o sexto. Mas a ideia é continuar se tudo der certo. Temos um público cativo na CCXP e sempre formamos novos leitores”, finaliza o quadrinista.


CCXP: Astronauta ganha animação em 2018

Entre as novidades do painel da Mauricio de Sousa Produções na CCXP 2017, está o anúncio de uma minissérie animada em seis episódios do Astronauta, baseada na Graphic MSP escrita e desenhada por Danilo Beyruth. Um teaser foi divulgado e o traço da animação lembra o do próprio Beyruth.

Outra grande novidade para 2018 é a série animada da Turma da Mônica Jovem. A série será transmitida no canal Cartoon Network, ainda sem data específica para estrear.


CCXP: Revelado visual da Turminha em live-action de Turma da Mônica – Laços

Durante o painel da Mauricio de Sousa Produções na CCXP 2017, o diretor do primeiro longa live-action com personagens da Turma da Mônica, Daniel Rezende, divulgou um vídeo que revela concept arts do filme e também o visual da Turminha.

Turma da Mônica – Laços tem previsão de estreia para julho de 2018.


CCXP: Cebolinha e Horácio viram Graphic MSP em 2018

Durante o painel do selo Graphic MSP na CCXP 2017, o editor da linha, Sidney Gusman, anunciou novidades para 2018. Novos títulos e novos autores são esperados para os personagens de Mauricio de Sousa.

Entre as novidades anunciadas, o título da Graphic MSP do Jeremias, de Rafael Calça e Jefferson Costa, será Pele e deve sair em março de 2018. Astronauta deve ganhar um quarto novo volume, também escrito e desenhado por Danilo Beyruth.

O quadrinista gaúcho Gustavo Borges ficará a cargo de um título do Cebolinha. Segundo Gusman, Gustavo é o autor mais novo até agora a fazer uma Graphic MSP. “Certamente vou tirar muito da minha infância, que foi ontem, para este projeto”, brincou o jovem autor.

Horácio ganha uma Graphic por Fábio Coala. Este pode ser considerado um momento histórico para o quadrinista, visto que Horácio é um personagem visto quase como exclusivo por Mauricio de Sousa, que poucas vezes o libera para outros autores escreverem.

 


CCXP: Panini anuncia novidades para 2018

Em seu painel na Comic Con Experience 2017, a editora Panini anunciou vários lançamentos para DC, Vertigo,  Avatar, Marvel, Star Wars, Bonelli, nacionais, Millarworld e mangás.

Entre os lançamentos da DC Comics, foi anunciado o encadernado DC Deluxe: O Dia Mais Claro, com a saga completa em um único volume. Continuando com as novas HQs da Hanna Barbera, Scooby Apocalypse vem no mesmo formato de encadernados de Future Quest. Os crossovers de personagens da DC com os Looney Toones, Jonah Hex e Eufrazino Puxa-Briga, Caçador de Marte e Marvin, o Marciano, Lobo e Papa-Léguas e Batman e Hortelino Troca-Letras, vêm todos em um único encadernado.

Em comemoração aos 80 anos do Superman, ganham republicações Superman: As Quatro Estações, de Jeph Loeb e Tim Sale, e Superman: Identidade Secreta, de Kurt Busiek e Stuart Immonen, ambos em capa dura. Superman: American Alien, minissérie de Max Landis publicada entre 2015 e 2016, chega também em volume único.

Crise de Identide, de Brad Meltzer e Rags Morales, deve ganhar republicação. A saga Invasão!, de Keith Giffen, Bill Mantlo, Todd McFarlane e Bart Sears, será publicada em volume único, assim como DC: A Nova Fronteira, de Darwin Cooke. SJA: Era de Ouro, de James Robinson, também dá as caras por aqui em 2018. Wednesday Comics vem em um livro único em tamanho jornal.

De reimpressões, a Panini promete Camelot 3000, Batman: Silêncio, Batman: Noite das Corujas e vários volumes de Lanterna Verde publicados pelo selo DC Deluxe.

Na parte da Vertigo, a editora irá trazer uma nova edição de Leões de Bagdá, de Brian K. Vaughan. Também vem, dessa vez em encadernado, a série Punk Rock Jesus, de Sean Murphy, além de Neverwhere, de Neil Gaiman e Glenn Fabry. Foi anunciado também Sandman: Edição Definitiva volume 5, assim como as demais Edições Definitivas devem continuar a ganhar reimpressões.

A Saga do Monstro do Pântano, de Alan Moore, deve ser republicado, dessa vez em papel LWC. Sandman Prelúdio ganhará uma publicação em volume único, e os volumes 4, 5 e 6 de Preacher devem ser reimpressos.

Para a Avatar, as últimas edições de Providence, de Alan Moore, devem ser publicadas ao longo de 2018. Também de Moore, teremos o lançamento de Cinema Purgatório.

Nas novidade da Marvel, destaca-se a publicação em capa dura de Justiceiro MAX por Garth Ennis. Devem ser lançados 2 volumes da HQ por ano, cada edição contendo dois volumes americanos. Os Poderosos Vingadores, de Brian Michael Bendis, deve continuar pelo selo Marvel Deluxe. Hulk Contra o Mundo ganhará um volume único, contendo a saga principal e os tie-ins. O encadernado de Invasão Secreta deve ser reimpresso.

Alias, de Bendis e Gaydos, ganha dois volumes, com previsão de acabar ainda no próximo ano. Hulk ganha uma Coleção Histórica Marvel, que deve iniciar a partir do número #223 da série original. Mestre do Kung Fu também ganha Coleção Histórica, com republicação desde a primeira edição.

A saga Secret Empire mais recente, de 2017, tem previsão de ser publicada no próximo ano.

A Trilogia do Infinito será republicada completa em três volumes, iniciando com Desafio Infinito. A saga Inferno, dos X-Men, será republicada em seis volumes mensais, no mesmo formato de publicação de A Era do Apocalypse. Poder Supremo, série que iniciou no selo MAX escrita por J. Michael Straczynski, ganha republicação em volume único. A minissérie Deadpool Massacra o Universo Marvel ganhará encadernado capa dura.

Para Star Wars, a quadrinização de Rogue One vem em formato encadernado.

Da editora Bonelli, foi anunciado o retorno de Face Oculta.

Para material nacional, foi divulgado que Valente, de Vitor Cafaggi, terá seu último volume publicado em maio de 2018, e que Daytripper ganhará republicação. A Graphic MSP estrelada por Jeremias e prometida para o próximo ano deve abordar o racismo no meio infantil.

De novidades do Millarworld, selo de quadrinhos escritos por Mark Millar, O Legado de Júpiter, desenhado por Frank Quitely, terá seu segundo volume publicado. Também teremos o lançamento de Empress, com arte de Stuart Immonem, e Huck, com desenhos de Rafael Albuquerque.

De mangás, o selo Planet Mangá promete o lançamento de Children of the Sea, em cinco volumes, e Innocent, que conta a história do criador da guilhotina. Também foi anunciado Jojos Bizarre Adventure, começando desde o volume 1 e finalizando em sessenta edições na versão brasileira.

Das HQs de The Walking Dead, a Panini pretende publicar a série mensalmente desde o primeiro encadernado. A partir do ponto em que a editora HQM parou, devem sair mais três volumes no próximo ano.

Entre as mudanças nas mensais, Gatuno entra no mix de Aranhaverso. Homem-Aranha/Deadpool será cancelada e o material passará a integrar a mensal do Deadpool. Miles Morales ganhará mensal própria, e a revista deverá contemplar as revistas Spider-Man e Champions. A mensal do Homem de Ferro será estrelada por Riri Willians e Doutor Destino, com sua respectivas revistas.


CCXP: The Few and Cursed ganha terceiro volume

Um dos artistas que mais vem ganhando espaço e reconhecimento, muito graças ao seu sucesso com o financiamento coletivo, é Felipe Cagno. O roteirista formado em cinema já tem um currículo e um nome consolidado no cenário brasileiro de histórias em quadrinhos dos últimos anos. Para a Comic Con Experience (CCXP) de 2017, o artista está lançando o terceiro volume de The Few and Cursed.

A HQ, que já tem outros dois volumes publicados, retrata um velho-oeste sobrenatural pós-apocalíptico. Em 1840, mais de 90% da água do mundo desapareceu e agora, 70 anos depois, o pouco que restou da humanidade aprendeu a viver com um mínimo de água. Algumas pessoas apelaram para maldições e pactos com o inferno para sobreviverem, dando origem à Caçadores de Maldições para equilibrar a balança social. A Ruiva é uma desses caçadores de maldições, e o primeiro arco de história traz ela à caça dos terríveis Corvos de Mana’Olana.

Em entrevista ao Redação Multiverso, Cagno salientou que já planeja o final desta minissérie, mas adianta que mais coisas virão. “A saga ‘Os Corvos de Mana’Olana’ ainda vai ter mais três partes e vamos fechar a história com seis edições. Mas isso é só o começo e já temos mais dois arcos planejados com seis edições cada. Ainda tem muita coisa para contar da Ruiva e do mundo em que ela vive”, explica o autor.

Um destes projetos já foi divulgado e financiado pelo Catarse. Ele se chama As Crônicas de The Few and Cursed e traz sete curtas histórias sobre este mundo e uma história inédita da Ruiva no Egito. As histórias foram ilustradas por diversos artistas, como Luke Ross, José Luis, Pedro Mauro, Andrew Dalhouse, Adriano Di Benedetto, Sam Hart, Felipe Watanabe e Geraldo Borges.

 


CCXP: Luciano Salles lança HQ financiada pelo Catarse

O quadrinista Luciano Salles, conhecido por trabalhos como O Quarto Vivente e Limiar – Dark Matter, está participando de mais uma edição da Comic Con Experience (CCXP), evento que teve início nesta quinta-feira, 07. Durante sua participação no Artist’s Alley, Salles estará com exemplares das obras citadas acima, mas também estará com o seu mais recente trabalho, intitulado Eudaimonia.

A publicação, que saiu através de financiamento coletivo e tendo superado os 115% de sua meta,  retrata a história de Piwl-Pa-Col, que é um estranho e solitário caçador que falha na tentativa de abater “uma parte” de sua presa. Ele tem apenas uma segunda chance para o sucesso de sua caçada e, não por acaso, contará com a ajuda de uma inusitada parceira chamada Luzcia, a dona de um boteco.

Em entrevista ao Redação Multiverso, Salles conta que este trabalho surgiu de uma curiosidade do autor em pensar qual seria o caçador mais eficaz da natureza. “Fiquei basicamente pesquisando sobre os felinos e cheguei até o leopardo. Uma criatura linda, muito eficaz em suas caçadas e, por consequência, que vive em estado eudaimônico, ou seja, ele faz exatamente o que a natureza o criou para fazer. A produção foi bem dinâmica, até pelo fato que não queria lançar nada neste ano de 2017”, explica o artista.

Outro ponto destacado pelo quadrinista é a importância que eventos como a CCXP tem para o cenário dos quadrinhos, pois nem sempre quem vai lá é consumidor, mas pode acabar se tornando. “A CCXP leva, por vezes, um público que não consome somente quadrinhos. E essas pessoas passarão pelo Artist’s Alley e também podem se interessar por uma publicação entre tantas outras. Pode ser um leitor(a) que estava em repouso, a muito tempo sem ler nada e pode voltar a ler. Assim, como a CCXP, todos os eventos de quadrinhos são extremamente valiosos para o mercado”, finaliza o autor.


CCXP: Social Comics anuncia serviço gratuito

Durante o painel do Social Comics na CCXP 2017, foram divulgadas várias novidades pelo CEO da empresa, João Paulo Sette, para a plataforma brasileira de quadrinhos digitais. O destaque vai para um plano gratuito que ela passará  a oferecer, além de vários novos lançamentos.

Foi divulgado que a versão 3.0 do aplicativo vai ter uma modalidade de conta grátis com títulos de parceiros da empresa. A plataforma também vai mudar a cada mês, com atualizações em vários níveis, e não mais uma vez por ano. Além disso, a plataforma terá filtro para crianças e existirão planos de conta com diversos perfis de acesso simultâneos. Outra novidade fica por conta do sistema de leitura, que irá possibilitar vários tipos de visualização, como de página a página e de quadro a quadro, se assemelhando a outros serviços do gênero, como o Comixology.

Para 2018, foram prometidas 236 HQs da editora Valiant e 26 novas HQs de Estranhos no Paraíso. Entre os lançamentos, teremos Rachel Rising de Terry Moore, G.I. Joe, Jem and The Holograms e The Boys, em parceria com a Devir. Além disso, haverá a ampliação das duas linhas de Transformers, a publicação de A Morte de Optimus Prime e também um aumento da linha My Little Pony.

Outro grande anúncio foi relacionado com a parceria com a editora Devir, que agora passa a fechar todos os contratos com direitos digitais. Com isso, todo o material publicado pela Devir impresso sairá também no Social Comics. Já foi prometido que o primeiro capítulo de uma HQ escrita por Greg Rucka deverá sair primeiro na plataforma e somente depois será lançada impressa. O título da HQ não foi revelado.

 


Divulgadas primeiras imagens de X-Men: Dark Phoenix

A revista Entertaiment Weekly divulgou as primeiras fotos do filme X-Men: Dark Phoenix, com o visual Fênix de Jean Grey, além de alguns detalhes sobre a trama.

Segundo a matéria, na nova produção os X-Men são considerados heróis nacionais pelo público, com Charles Xavier aparecendo até mesmo na capa da revista Time. No entanto, de acordo com o diretor do longa, Simon Kinberg, o orgulho tem conquistado Xavier, que põe a equipe em missões cada vez mais arriscadas. Ao serem enviados para uma missão no espaço, uma labareda solar atinge o X-Jet, e a energia acende uma força voraz e maligna em Jean.

As fotos ainda apresentam o visual da personagem de Jessica Chastain, ainda sem nome revelado. Pode-se ver também alguns personagens em um enterro, além dos visuais de Mística e Magneto.

A edição de Entertainment Weekly que explora o novo filme estará a venda na próxima sexta-feira, 08.

X-Men: Dark Phoenix tem direção de Simon Kinberg e tem no elenco James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Sophie Turner, Tye Sheridan e Jessica Chastain. O filme tem previsão de estreia para 2 de novembro de 2018.


Redação Multiverso é o site colaborativo de produção de conteúdo sobre quadrinhos
da Produtora Multiverso, em uma iniciativa paralela e complementar à realização da
ComicCON RS – principal convenção de quadrinhos e cultura pop do Rio Grande do Sul.