busca

DC anuncia o selo Black Label e seus seis primeiros títulos

De acordo com The Hollywood Reporter, a DC Entertainment anunciou um novo selo de quadrinhos com criadores de alto nível, fazendo histórias fora da continuidade da editora e com seus maiores personagens. Liderada pelo ex-editor da linha do Batman, Mark Doyle, a marca DC Black Label contará com algumas histórias já anunciadas, bem como alguns projetos novos também. Neste selo, os próprios autores estão no controle de decisões como formato e agenda de suas obras. DC Black Label tem previsão de lançamento para agosto, com a série em três edições Superman: Year One. A seguir estão os seis títulos anunciados, junto de suas equipes criativas e sinopses:

SUPERMAN: YEAR ONE
Escritor: Frank Miller
Artistas: Frank Miller, John Romita Jr.
Um tratamento inovador e definitivo da história clássica de origem do Superman em homenagem ao seu 80º aniversário. Esta história detalha novas revelações que reformulam os marcos mais famosos do Homem de Aço – do exílio de Kal-El de Krypton, para a infância de Clark Kent no Kansas, até sua inevitável ascensão para se tornar o super-herói mais poderoso e inspirador de todos os tempos.

BATMAN: LAST KNIGHT ON EARTH
Escritor: Scott Snyder
Artista: Greg Capullo
Batman acorda em um deserto. Ele não sabe que ano é ou como a cabeça do Coringa está viva em um frasco ao lado dele, mas é o início de uma missão diferente de qualquer coisa que o Cavaleiro das Trevas tenha realizado antes. Neste estranho futuro, os vilões são triunfantes e a sociedade se libertou do peso dos códigos éticos. Lutando para sobreviver enquanto procura respostas, Bruce Wayne descobre a verdade sobre seu papel neste novo mundo – e começa a última história de Batman já contada.

BATMAN: DAMNED
Escritor: Brian Azzarello
Artista: Lee Bermejo
Em uma ponte deserta da cidade de Gotham, um corpo é encontrado. Sussurros espalham a notícia: o palhaço está morto. Mas isso é um sonho tornado realidade ou um nascimento de pesadelo? Agora, Batman e o mago fora da lei da DC, John Constantine, devem caçar a verdade através de um cenário infernal de Gotham City. Os cantos sobrenaturais da cidade estão atados a dicas sobre a identidade de um assassino, mas a caminhada do Cavaleiro das Trevas pelo horror irá testar sua sanidade e os limites da racionalidade, pois ele deve enfrentar um horror que não usa máscara.


WONDER WOMAN HISTORIA: THE AMAZONS
Escritor: Kelly Sue DeConnick
Artista: Phil Jimenez
Um épico homérico da história perdida das Amazonas e da ascensão da rainha Hippolyta ao poder. Apresentando monstros e mitos, esta saga de três edições abrange a história da criação das Amazonas até o momento em que Steve Trevor chega às margens da Ilha Paraíso, mudando o nosso mundo para sempre.

WONDER WOMAN: DIANA’S DAUGHTER (título não oficial)
Escritor: Greg Rucka
Artista: A ser anunciado
Passaram-se 20 anos desde que o mundo parou de olhar para os céus com esperança, ajuda e inspiração. Agora, o mundo mantém os olhos baixos, e os poderosos que surgiram têm toda a intenção de manter as coisas desse jeito. Entre uma resistência dispersa e fragmentada, uma jovem procura recuperar o que foi esquecido, e, no caminho, aprenderá a verdade sobre si mesma, sua herança e seu destino.

THE OTHER HISTORY OF THE DC UNIVERSE
Escritor: John Ridley
Artista: A ser anunciado
Uma interessante série que analisa momentos icônicos da DC e que traça ganhos sociopolíticos através das perspectivas dos super-heróis da DC que vêm de grupos tradicionalmente deslocados e desprotegidos, incluindo John Stewart, Extraño, Vixen, Supergirl, Katana e Rene Montoya, entre outros. No seu núcleo, a história se concentra nas vidas dos que estão por trás dos uniformes e seus esforços para superar os problemas do mundo real. Não se trata de salvar o mundo, é sobre ter a força para simplesmente ser quem você é.


DC e Neil Gaiman lançam linha de títulos de Sandman

Neil Gaiman, premiado roteirista co-criador de Sandman, irá lançar junto à DC Comics um novo selo de quadrinhos que se passam no universo de Sandman. A linha conta com quatro títulos, e começa com um one-shot escrito por Gaiman, que irá supervisionar o projeto, e pelos futuros roteiristas Nalo Hopkinson, Kat Howard, Si Spurrier e Dan Watters. A arte fica a cargo da desenhista brasileira Bilquis Evely. O one-shot, intitulado Sandman Universe, tem previsão de lançamento para 8 de agosto.

Em Sandman Universe, Sonho está desaparecido, o que provoca desordem no Sonhar. A partir desta história, as quatro séries irão abordar as consequências de Sandman Universe, como o surgimento de uma terceira Casa no Sonhar, objetos do Sonhar que estão aparecendo no mundo real e o inferno pessoal pelo qual Lúcifer está passando.

Kat Howard é responsável por Books of Magic, que conta a história do jovem mago Tim Hunter. The Dreaming, série de Si Spurrier, foca em coadjuvantes do Sonhar, como Matthew o Corvo e Cain e Abel. Nalo Hopkinson escreve House of Whispers, que trata da origem da terceira Casa, contando com a participação da Mansão dos Segredos e da Casa dos Mistérios. Lucifer é a quarta série, com roteiros de Dan Watters, e é protagonizada pelo demônio titular. Nenhum artista para estas HQs foi anunciado até o momento.

Segundo Gaiman, o universo de Sandman é uma grande caixa de brinquedos, e ele estava começando a se sentir culpado por ninguém estar brincando mais com eles. O roteirista gosta da ideia de ver novos profissionais cuidando dos personagens, além da possibilidade de trabalhar com ótimos roteiristas e artistas.


DC anuncia dois novos selos voltados ao público jovem

A DC Entertainment anunciou dois novos selos para publicação de graphic novels: DC Ink, focado em leitores adolescentes (de 13 a 18 anos) e DC Zoom, focado no público infantil (de 8 a 12 anos). Ambos os selos contarão com uma gama de autores que estabeleceram bases de fãs destas duas faixas de público. Os primeiros títulos de DC Ink e DC Zoom devem ser lançados entre setembro e novembro de 2018.

“Os super-heróis são mais populares do que nunca, então faz sentido trazer esses personagens da DC para uma nova geração de jovens leitores”, afirmou Diane Nelson, presidente da DC Entertainment e presidente da Warner Bros. Consumer Products. “Os primeiros quadrinhos criados décadas atrás eram para crianças, e, à medida que o negócio evoluiu e amadureceu, tornou-se mais focado nos leitores adultos. DC Ink e DC Zoom apresentam uma nova e excitante oportunidade para expandir nosso negócio de publicações e garantir que histórias adoradas e construídas em torno de personagens icônicos como Superman, Batman e Mulher-Maravilha sejam estabelecidas como parte da infância de muitos nos próximos anos “.

“Duas das áreas de recente crescimento de publicação incluem graphic novels e livros para jovens leitores. Estamos trazendo esses formatos com DC Ink e DC Zoom”, disseram os publishers da DC Entertainment, Dan DiDio e Jim Lee. “Nós já experimentamos um tremendo sucesso com a nossa linha DC Super Hero Girls. A nova aposta com DC Ink e DC Zoom, junto a uma linha de autores estelares, apresenta uma grande oportunidade de crescimento de negócios e não podemos estar mais entusiasmados – estamos jogando alto”. 

Os títulos já anunciados para os dois selos são:

DC Ink:

HARLEY QUINN: BREAKING GLASS, por Mariko Tamaki (SUPERGIRL: BEING SUPER) com arte de Steve Pugh;

MERA, por Danielle Paige (DOROTHY MUST DIE);

BATMAN: GOTHAM HIGH, por Melissa de la Cruz (ALEX & ELIZABLUE BLOODSWITCHES OF EAST END);

BATMAN: NIGHTWALKER – THE GRAPHIC NOVEL, por Marie Lu (LEGEND);

TEEN TITANS, por Kami Garcia (BEAUTIFUL CREATURES);

UNDER THE MOON: A CATWOMAN TALE, por Lauren Myracle (INTERNET GIRLSKISSING KATE);

WONDER WOMAN: TEMPEST TOSSED, por Laurie Halse Anderson (SPEAK, CHAINS).

DC Zoom:

DC SUPER HERO GIRLS: SEARCH FOR ATLANTIS, com roteiros de Shea Fontana e arte de Yancey Labat;

BATMAN TALES: ONCE UPON A CRIME, com roteiros de Derek Fridolfs e arte de Dustin Nguyen (BATMAN: PEQUENA GOTHAM);

BATMAN: OVERDRIVE, por Shea Fontana (DC SUPER HERO GIRLS);

BLACK CANARY: IGNITE, por Meg Cabot (THE PRINCESS DIARIES);

DEAR JUSTICE LEAGUE, por Michael Northrop (TOMBQUEST);

GREEN LANTERN: LEGACY, por Minh Lê (DRAWN TOGETHER);

SUPER SONS, por Ridley Pearson (KINGDOM KEEPERS);

SUPERMAN OF SMALLVILLE, com roteiros de Art Baltazar e arte de Franco (TINY TITANS);

SUPERMAN SMASHES THE KLAN, por Gene Yang (AVATAR: THE LAST AIRBENDERNEW SUPER-MAN), que será publicado inicialmente em formato periódico e depois encadernado.

O ilustrador brasileiro Gabriel Picolo, autor da arte promocional do selo DC Ink, confirmou em sua conta no Twitter que irá desenhar a graphic novel dos Jovens Titãs do selo, anunciada apenas com Kami Garcia na equipe criativa. Gabriel é conhecido por fazer fanart dos Jovens Titãs em um estilo jovem, totalmente relacionado com adolescentes.

Os primeiros títulos de DC Ink e DC Zoom tem lançamento programado para meados de setembro e novembro de 2018, sendo que Harley Quinn: Breaking Glass, Mera e DC Superhero Girls: Search for Atlantis devem ser os primeiros a chegar nas comic shops americanas.


Bendis e Ivan Reis assumem Superman em julho

O mais novo roteirista exclusivo da DC Comics, Brian Michael Bendis, está assumindo as rédeas de Action Comics e de Superman em julho, de acordo com uma entrevista com a Forbes, com uma série semanal de seis números intitulada Man of Steel para dar início. Acompanhando o roteirista, o brasileiro Ivan Reis é o responsável pela arte da minissérie e da revista Superman. Bendis, depois de um período de 17 anos de exclusividade na Marvel Comics, retorna à DC com um acordo para vários anos, que começa com uma história curta dentro de Action Comics # 1000, em abril.

Na recém-anunciada revista de previews DC Nartion #0, que sai em 2 de maio, Bendis se junta a Jose Luis García-López em um prelúdio de Man of Steel, que levará à minissérie semanal de seis partes, que inicia em 30 de maio. Nessa série, Bendis colabora com Ivan Reis, Evan “Doc” Shaner, Ryan Sook, Kevin Maguire, Adam Hughes e Jason Fabok, que “irão remexer na história clássica dos últimos dias de Krypton e do caminho de Kal-El para se tornar um herói icônico “. Bendis apresentará um novo vilão que mantém um segredo aterrorizante sobre a destruição de Krypton. Após o lançamento de Man of Steel #6 na semana de 4 de julho, Bendis irá seguir com Reis para Superman #1, que relança e renumera a clássica série do herói.

Ao final de julho, Bendis irá trabalhar com o já desenhista do Homem de Aço Patrick Gleason em Action Comics #1001. A revista retorna de um hiato de três meses planejado para o título que se inicia após Action Comics #1000, de abril. As histórias de Bendis e Gleason aqui se concentrarão mais em Clark Kent e nas atividades do Planeta Diário, lidando com como as ações do Superman impactam o Universo DC. Action Comics #1001 é prevista para 25 de julho.

A liderança da linha do Superman faz parte de uma iniciativa de três projetos da DC com Bendis, que também inclui a criação formal de um selo Jinxworld para os vários títulos autorais do escritor, bem como um segundo selo que terá curadoria do roteirista, assim como Young Animal de Gerard Way.


Reveladas equipes criativas de Action Comics #1000

A DC Comics anunciou algumas das equipes criativas que participarão com histórias curtas na edição comemorativa de Action Comics #1000. Brian Michael Bendis é um dos envolvidos, sendo este seu primeiro trabalho na editora depois de ter anunciado sua saída da Marvel.

 

 

Os roteiristas atuais das duas revistas do Superman terão 15 páginas cada um. Dan Jurgens, de Action Comics, escreve e desenha sua história, enquanto o co-escritor de Superman, Patrick Gleason, faz a arte de outra história, com roteiros de seu parceiro em Superman, Peter J. Tomasi.

Bendis irá escrever uma história de 10 páginas com arte de Jim Lee. As demais equipes que estão confirmadas em Action Comics #1000 são: Richard Donner, Geoff Johns e Olivier Coipel; Paul Dini e José Luis García-López; Tom King, Clay Mann e Jordie Bellaire; Brad Meltzer, John Cassaday e Laura Martin; Louise Simonson e Jerry Ordway; Scott Snyder e Tim Sale; e Marv Wolfman, que fará o roteiro de uma nova história baseada numa arte não publicada de Curt Swan. Ainda mais artistas e escritores conhecidos devem ser anunciados em breve.

Como parte das comemorações, a DC planeja publicar um livro em capa dura de Action Comics para acompanhar a edição, editado pelo antigo publisher da editora, Paul Levitz. Além disso, os títulos de super-herói da DC devem contar com capas variantes temáticas do Superman durante o mês de abril.

Action Comics #1000 tem data de publicação prevista para abril de 2018.

 


DC anuncia The Other History of the DC Universe

A DC Comics anunciou uma nova minissérie em formato Prestige prevista para o final de 2018. The Other History of the DC Universe é escrita por John Ridley, roteirista de 12 Anos de Escravidão, e, segundo a editora, irá analisar momentos icônicos do Universo DC com um viés sociopolítico através da perspectiva de personagens advindos de grupos menos favorecidos.

A série traz personagens como John Stewart, Vixen, Supergirl e Katana, além de também trazer alguns menos conhecidos como Renee Montoya e Extraño, dos Guardiões Globais. Segundo o anúncio da editora, The Other History of the DC Universe não é sobre salvar o mundo, é sobre ter a força para simplesmente ser quem se é.

Outros trabalhos de Ridley nos quadrinhos incluem The Authority: Human on the Inside, The Razor’s Edge: Warblade e sua série autoral The American Way, série com temática semelhante a The Other History, mostrando a história dos super-heróis pela perspectiva de pessoas negras.

Novas informações sobre a série devem ser anunciadas no painel The Many Shades of Heroism: DC Heroes Through the African-American Lens, na convenção em D.C., que irá contar com a presença de Ridley. O painel acontece amanhã, 13, às 11h, e será transmitido ao vivo pelo canal da DC Comics no Youtube.

Nenhum artista ou data de lançamento foram divulgadas para a série.


CCXP: Panini anuncia novidades para 2018

Em seu painel na Comic Con Experience 2017, a editora Panini anunciou vários lançamentos para DC, Vertigo,  Avatar, Marvel, Star Wars, Bonelli, nacionais, Millarworld e mangás.

Entre os lançamentos da DC Comics, foi anunciado o encadernado DC Deluxe: O Dia Mais Claro, com a saga completa em um único volume. Continuando com as novas HQs da Hanna Barbera, Scooby Apocalypse vem no mesmo formato de encadernados de Future Quest. Os crossovers de personagens da DC com os Looney Toones, Jonah Hex e Eufrazino Puxa-Briga, Caçador de Marte e Marvin, o Marciano, Lobo e Papa-Léguas e Batman e Hortelino Troca-Letras, vêm todos em um único encadernado.

Em comemoração aos 80 anos do Superman, ganham republicações Superman: As Quatro Estações, de Jeph Loeb e Tim Sale, e Superman: Identidade Secreta, de Kurt Busiek e Stuart Immonen, ambos em capa dura. Superman: American Alien, minissérie de Max Landis publicada entre 2015 e 2016, chega também em volume único.

Crise de Identide, de Brad Meltzer e Rags Morales, deve ganhar republicação. A saga Invasão!, de Keith Giffen, Bill Mantlo, Todd McFarlane e Bart Sears, será publicada em volume único, assim como DC: A Nova Fronteira, de Darwin Cooke. SJA: Era de Ouro, de James Robinson, também dá as caras por aqui em 2018. Wednesday Comics vem em um livro único em tamanho jornal.

De reimpressões, a Panini promete Camelot 3000, Batman: Silêncio, Batman: Noite das Corujas e vários volumes de Lanterna Verde publicados pelo selo DC Deluxe.

Na parte da Vertigo, a editora irá trazer uma nova edição de Leões de Bagdá, de Brian K. Vaughan. Também vem, dessa vez em encadernado, a série Punk Rock Jesus, de Sean Murphy, além de Neverwhere, de Neil Gaiman e Glenn Fabry. Foi anunciado também Sandman: Edição Definitiva volume 5, assim como as demais Edições Definitivas devem continuar a ganhar reimpressões.

A Saga do Monstro do Pântano, de Alan Moore, deve ser republicado, dessa vez em papel LWC. Sandman Prelúdio ganhará uma publicação em volume único, e os volumes 4, 5 e 6 de Preacher devem ser reimpressos.

Para a Avatar, as últimas edições de Providence, de Alan Moore, devem ser publicadas ao longo de 2018. Também de Moore, teremos o lançamento de Cinema Purgatório.

Nas novidade da Marvel, destaca-se a publicação em capa dura de Justiceiro MAX por Garth Ennis. Devem ser lançados 2 volumes da HQ por ano, cada edição contendo dois volumes americanos. Os Poderosos Vingadores, de Brian Michael Bendis, deve continuar pelo selo Marvel Deluxe. Hulk Contra o Mundo ganhará um volume único, contendo a saga principal e os tie-ins. O encadernado de Invasão Secreta deve ser reimpresso.

Alias, de Bendis e Gaydos, ganha dois volumes, com previsão de acabar ainda no próximo ano. Hulk ganha uma Coleção Histórica Marvel, que deve iniciar a partir do número #223 da série original. Mestre do Kung Fu também ganha Coleção Histórica, com republicação desde a primeira edição.

A saga Secret Empire mais recente, de 2017, tem previsão de ser publicada no próximo ano.

A Trilogia do Infinito será republicada completa em três volumes, iniciando com Desafio Infinito. A saga Inferno, dos X-Men, será republicada em seis volumes mensais, no mesmo formato de publicação de A Era do Apocalypse. Poder Supremo, série que iniciou no selo MAX escrita por J. Michael Straczynski, ganha republicação em volume único. A minissérie Deadpool Massacra o Universo Marvel ganhará encadernado capa dura.

Para Star Wars, a quadrinização de Rogue One vem em formato encadernado.

Da editora Bonelli, foi anunciado o retorno de Face Oculta.

Para material nacional, foi divulgado que Valente, de Vitor Cafaggi, terá seu último volume publicado em maio de 2018, e que Daytripper ganhará republicação. A Graphic MSP estrelada por Jeremias e prometida para o próximo ano deve abordar o racismo no meio infantil.

De novidades do Millarworld, selo de quadrinhos escritos por Mark Millar, O Legado de Júpiter, desenhado por Frank Quitely, terá seu segundo volume publicado. Também teremos o lançamento de Empress, com arte de Stuart Immonem, e Huck, com desenhos de Rafael Albuquerque.

De mangás, o selo Planet Mangá promete o lançamento de Children of the Sea, em cinco volumes, e Innocent, que conta a história do criador da guilhotina. Também foi anunciado Jojos Bizarre Adventure, começando desde o volume 1 e finalizando em sessenta edições na versão brasileira.

Das HQs de The Walking Dead, a Panini pretende publicar a série mensalmente desde o primeiro encadernado. A partir do ponto em que a editora HQM parou, devem sair mais três volumes no próximo ano.

Entre as mudanças nas mensais, Gatuno entra no mix de Aranhaverso. Homem-Aranha/Deadpool será cancelada e o material passará a integrar a mensal do Deadpool. Miles Morales ganhará mensal própria, e a revista deverá contemplar as revistas Spider-Man e Champions. A mensal do Homem de Ferro será estrelada por Riri Willians e Doutor Destino, com sua respectivas revistas.


Dan Jurgens desenha o retorno do Gladiador Dourado

Dan Jurgens, atualmente o roteirista do título Action Comics, irá escrever e desenhar o retorno do Gladiador Dourado, personagem criado por ele, ao Universo DC. O herói retorna em Action Comics #993, de dezembro, com o arco Booster Shot. Jurgens deve se responsabilizar pela arte das edições #993 e #994, além das capas das revistas que formam o arco.

Em entrevista ao Newsarama, Jurgens conta que, por mais que esteja escrevendo muita coisa no momento, é muito divertido voltar a desenhar, atividade que gostaria de ter mais tempo para desempenhar. Originalmente, Brett Booth e Joe Prado assumiriam os desenhos de Action Comics #993 e #994. A DC Comics não explicou o motivo da troca. Os dois artistas permanecem para a edição #995, enquanto Will Conrad deve desenhar as edições #996 e #997.

O Gladiador Dourado não aparecia desde os eventos da saga Convergência, ainda nos Novos 52. O herói volta para ajudar Superman numa jornada pelo tempo para desvendar os mistérios da identidade de Mr. Oz e para comprovar se ele é quem diz ser, ao mesmo tempo em que a dupla luta contra um novo vilão.

Action Comics #993 tem lançamento previsto para 13 de dezembro deste ano.

 

 


DC cancela três títulos do Rebirth em um mês

Com as solicitações de fevereiro de 2018, a DC Comics anunciou o cancelamento dos títulos do Cyborg e do Besouro Azul. Com estes, já são três cancelamentos de revistas da primeira onda de lançamentos da iniciativa Rebirth, junto com Superwoman.

 

Cyborg termina na edição #20, com roteiros de Kevin Grevioux e arte de Cliff Richards, prevista para 3 de janeiro de 2018. O título já havia mudado de periodicidade, sendo inicialmente quinzenal e depois passado para mensal. O cancelamento vem junto da notícia de que Christopher Priest vai fazer de Victor Stone o líder da Liga da Justiça quando iniciar seu run com a equipe.

Blue Beetle #18, escrita por Chris Sebela e desenhada por Scott Kolins, finaliza mais uma tentativa de revista solo com Jaime Reyes como Besouro Azul. A edição chega em 21 de fevereiro.

Elas se juntam a Superwoman, cujo cancelamento foi anunciado pelo Redação Multiverso aqui.


DC anuncia minissérie solo de Mera

A DC Comics anunciou uma nova minissérie em seis edições estrelando a personagem Mera. Mera: Queen of Atlantis tem previsão de lançamento para fevereiro de 2018 e tem roteiros de Dan Abnett e desenhos de Lan Medina, além de Nicola Scott assinar a capa da edição #1. A trama seguirá os eventos que vem sendo mostrados no título do Aquaman, com Arthur exilado e dado como morto, enquanto Mera vive na superfície, sem poder voltar para Atlântida.

Segundo a sinopse da primeira edição, enquanto ferve a brutal Guerra Civil Atlanteana, Mera precisa manter a paz entre a superfície e Atlântida como sua rainha em exílio. Mas quando o irmão de Aquaman, Orm, o Mestre dos Oceanos, descobre o destino de seu lar, ele não vai parar enquanto não voltar para Atlântida como seu novo rei e salvador.

Mera: Queen of Atlantis #1 tem previsão de lançamento para 28 de fevereiro de 2018.


Redação Multiverso é o site colaborativo de produção de conteúdo sobre quadrinhos
da Produtora Multiverso, em uma iniciativa paralela e complementar à realização da
ComicCON RS – principal convenção de quadrinhos e cultura pop do Rio Grande do Sul.